O Novo Patrimônio Mundial

Aventura Patrimônio Cultural:
Minas de Rammelsberg, Cidade Velha de Goslar
e Sistema de Exploração da Água

Em 1º de agosto de 2010, o Patrimônio Cultural da Humanidade Rammelsberg e Cidade Velha de Goslar foi expandido para incluir também o sistema de exploração da água da região do alto Harz. Já em 1992, o Rammelsberg, juntamente com a Cidade Velha de Goslar, foi incluído na lista da UNESCO do Patrimônio Cultural da Humanidade.

No século 16 os Duques Guelph permitiram a retomada dos trabalhos de mineração na região do Alto Harz, e recuperaram os direitos sobre a exploração do Rammelsberg. Assim começou um longo período de gestação da exploração do carvão, que mostra seus efeitos ainda hoje.

Por volta do ano de 1545 foram construídos os primeiros lagos para o fornecimento de energia para as companhias de mineração e cidades mineiras do Alto Harz. Chamado de „Sistema de Gestão de Água do Alto Harz“, essa enorme estrutura chegou a contar com mais de cem lagos, 535 km de canais e cerca de 30 km de rios subterrâneos, tudo construído com materiais típicos da região do Harz. Quando foi incluído, como „monumento cultural“, na lista de monumentos protegidos do estado da Baixa Saxônia, ainda contava com 58 lagos, 53km de cursos d'água e 16,6km de canais subterrâneos.

Com um gradiente mínimo, a água proveniente das chuvas, tinha de ser transportada por longas distâncias até os lagos de armazenamento, e destes, até as rodas d'água que auxiliavam a obtenção do minério, além do bombeamento das águas para fora das minas e poços. Muitas vezes eram múltiplas rodas, dispostas em níveis diferentes.

A mina no Rammelsberg já silenciou há muito tempo, porém os monumentos da exploração da energia da água, sem os quais a exploração mineral nunca teria alcançado a importância que alcançou, ainda servem ao homem. Para obtenção de água potável, proteção contra enchentes, natação, pescaria assim como passeios de bicicleta e à pé. Do velho cenário industrial do Harz, nasceu um cenário cultural, no qual os visitantes, entre montanhas arborizadas e seguindo os passos dos antigos, encontram recuperação e recreação.







VERLÄNGERT!
09.11.2014

Unsere diesjährige Sonderausstellung "Perspektiven des Welterbes" sollte eigentlich am 26. Oktober 2014 Wochenende zu Ende gehen.
Allerdings haben wir uns aufgrund des regen Besucherinteresses entschlossen, die Ausstellungdauer um zwei Wochen zu verlängern.
Sie endet somit erst am 9. November zeitgleich zu dem Ende der Herbstferien in Niedersachsen und Bremen.

Wir freuen uns auf Ihren Besuch!

Preis:
7,00 €
Kinder 4,00 €
 
Sonntags-Matinee
26.10.2014
11.00 Uhr

Vortrag: Dr. Martin Wetzel, Goslar: „Der Bergarbeiterstreik von 1889 an der Ruhr. Verlauf, Besonderheiten und Auswirkungen“

Preis:
kostenfrei
 
Veranstaltungskalender
Weitere Infos und Termine finden Sie in unserem Veranstaltungskalender.