O Sistema de Exploração da água do alto Harz

Além dos numerosos lagos, galerias, córregos e canais, que compõem o Sistema de Exploração Efetiva da Água da região do Oberharz, existem algumas instalações que foram de importância especial para a região de exploração mineral, e que estão hoje listadas como parte do „Patrimônio Cultural da Humanidade Rammelsberg, Cidade Velha de Goslar e Sistema de Exploração da Água do Alto Harz“.



Cidade serrânea de Clausthal-Zellerfeld:
Veio Kaiser Wilhelm II e veio Ottiliae

O veio Ottiliae e a estrutura de veios Kaiser Wilhelm II (Imperador Guilherme II da Alemanha) foram, até o fim do século 19, as principais minas na área de Clausthal e Zellerfeld, e trabalhavam em conjunto: na galeria Ernst-August, à cerca de 340m de profundidade no veio Kaiser Wilhelm II, o minério era obtido, para depois ser transportado em barcaças até o veio Ottiliae, onde finalmente chegavam à superfície. Após o fim dos trabalhos de mineração em Clausthal e Zellerfeld, em 1930, a galeria Ernst-August foi transformada em uma usina hidrelétrica que, até 1980, funcionava com as águas provindas do veio Ottiliae. A armação de ferro no topo do veio Kaiser Wilhelm foi construída em 1980, e é a segunda mais antiga em seu gênero na Europa. Hoje em dia, nos terrenos das minas, encontra-se um centro de manutenção e operações da „Harzwasserwerke“, a empresa de saneamento da região do Harz, que é responsável pela preservação das estruturas do Sistema de Exploração das Águas. Com o apoio do “Oberharzer Bergwerkmuseum” e de 1º. de Abril à 31de Outubro, entre 15:00 e 17:00 horas, partei um trem transportador de minério da estação ferroviária de Zellerfeld para as estruturas de exploração mineral do veio Ottiliae.



Cidade serrânea Clausthal-Zellerfeld:
As „Rosenhöfer Radstuben“

A „Runde Radstube“ (grande estrutura para movimentar rodas d′água) da antiga mina Turm-Rosehof, à oeste de Clausthal, fica no centro de uma grande barragem. A história da mina chega ao século 16, e segue até os anos 1930. Para transformar a estrutura em um museu, foram necessários anos de arrumação e desmonte dos antigos equipamentos, além da necessidade de se repensar e restaurar outras áreas. Hoje a sala pode ser vista como relíquia da primeira mina da região do Alto Harz. Visitas: 1º de maio a 31 de outubro nos fins de semana e feriados à partir de 13:00 horas.



Cidade serrânea St. Andreasberg:
A mina Samson

Esta estrutura de veios também nasceu no século 16 e é mais um exemplo do mais antigo sistema de exploração mineral do Oberharz. Ela exibe os dois tipos de rodas d′água, que retiram suas águas do lago Oder. A capacidade de geração de energia, iniciada em 1837, ainda serve ao pessoal de operações da usina. Visitas guiadas acontecem diariamente (a exceção dos dias 1º de janeiro e 24 de dezembro) às 11:00 e 14:30 horas.



Cidade serrânea Bad Grund:
O veio Knesebeck

A torre do compressor hidráulico de 47m de altura no veio Knesebeck, construída em 1912 para abastecer as máquinas pneumáticas do subterrâneo, é considerada um monumento técnico excepcional, além de ser a única estrutura preservada deste tipo em todo o mundo. O compressor continuou em atividade até 1977 e tinha uma capacidade de 660 m3/h. O veio era parte das minas Grund, as últimas a encerrarem as atividades na região do Harz, em 1922. Visitas guiadas de terça-feira a domingo, às 11:00 e 14:00 horas.



Cidade serrânea Wildemann:
O túnel de 19 Braçadas

No ano de 1690 foi concluída a perfuração do „Túnel de 19 Braçadas“, que por muitos anos foi a galeria de armazenamento de água mais profunda de toda a região de Zellerfeld. Ao longo de mais de 8.800 metros de comprimento, este elevava a água do subterrâneo até a superfície. Além disso, era partindo-se desta estrutura que ocorria a busca pelos veios de minério, explorados pelo veio Ernst-August, até o encerramento das atividades em 1924. Hoje em dia é possível percorrer os primeiros 500m do túnel. Visitas guiadas de terça-feira a domingo, às 11:00 e 14:00 horas.



Walkenried:
Antigo Mosteiro Walkenried, da Ordem de Cister

O mosteiro cisterciense Walkenried, fundado em 1127 às margens do rio Wieda, foi o terceiro desta ordem na Alemanha. De acordo com as suas regras religiosas, os monges e seus irmão leigos, recuperavam a área, instalando diversos pátios e fazendas e transmitindo seus conhecimentos na exploração e engenharia hidráulica, influenciando a exploração mineral local. Da poderosa igreja do mosteiro, construída sobre os alicerces de uma antiga estrutura, e consagrada em 1290, restam hoje impressionantes ruínas. Vale a pena visitar o que resta da nave da igreja e da casa do poço d'água. Na antiga casa capitular encontra-se hoje um museu, que tematiza a vida e as crenças dos cistercienses, assim como a influência desta organização em toda a Europa. Museu Cisterciense: aberto de terça-feira a domingo, de 10:00 às 17:00 horas.



Endereços

Schacht Kaiser Wilhelm II.
Betriebshof der Harzwasserwerke
Erzstraße 24, 38678 Clausthal-Zellerfeld
Tel.: 05323/93 92 0

Oberharzer Bergwerksmuseum
Bornhardtstr. 16, 38678 Clausthal-Zellerfeld
Tel.: 05323/98 95 0

Bergwerksmuseum Grube Samson
Am Samson 2, 37444 Sankt Andreasberg
Tel.: 05582/ 12 49

Bergbaumuseum Schachtanlage Knesebeck
Knesebeck 1, 37539 Bad Grund
Tel.: 05327/ 28 58

Besucherbergwerk 19-Lachter-Stollen
38709 Wildemann
Tel.: 05323/ 66 28

ZisterzienserMuseum Kloster Walkenried
Steinweg 4a, 37445 Walkenried
Tel.: 05525/ 959 9064

Tourist-Information Goslar
Markt 7, 38640 Goslar
Telefon: 05321-78060
tourist-information@goslar.de

WELTKULTURERBE RAMMELSBERG
Museum & Besucherbergwerk
Bergtal 19, 38640 Goslar
Telefon: 05321-750 0
info@rammelsberg.de
www.rammelsberg.de







Sonntags-Matinee
27.04.2014
11.00 Uhr

Vortrag: Dr. Johannes Großewinkelmann, Goslar: „Es geht wieder schräg bergauf“– Eine Dokumentation zur Wiederinbetriebnahme der Schrägförderanlage

Preis:
kostenfrei
 
Veranstaltungskalender
Weitere Infos und Termine finden Sie in unserem Veranstaltungskalender.